Bar a coiffure: um penteado à la parisienne

Não dá para morar em Paris e não ter um estilo.

“Les Bar à Coiffure” é uma proposta de penteados “antenados e atuais” para todas as ocasiões feitos rapidamente, apenas em 15 minutos, sem a necessidade de lavar e secar. Ideal para as fashion-addicts!

Os penteados são escolhidos em um catálogo com uma variedade enorme para todos os gostos. Depois uma especialista com movimentos coordenados executa o penteado e voilà! Você está pronta. Ali também você enconta acessórios para os penteados e dicas de produtos para os cabelos para depois fazer você mesmo.

Os estilos de penteados mudam conforme as estações em função das novas tendências

Os comptoirs 365c estão espalhados pela cidade, perto dos lugares “branchés” e de passagem onde estão as meninas que querem um penteado rápido e estiloso.

Fotos: Dafne Grozovsky

Avant Première Isabel Marant pour H&M

Depois de Stella McCartney, Comme des Garçons, Matthew Williamson, Lanvin, Versace, Marni e mais recentemente Maison Martin Margiela, é a vez de Isabel Marant colaborar com H&M! Marcando o outono-inverno 2013-2014, essa coleção vai trazer os códigos marcantes da estilista francesa, como um vestido ou uma saia de seda atemporais, botas com franjas, casacos XXL e estampas étnicas. As peças trazem um clima descontraído, cosmopolita que mistura inspirações boêmias + rock + western + sportwear. Nada mais Isabel Marant do que uma calça ¾ com um pull largo bem esporte e um salto fino. J’adore!

Toda a coleção estará nas lojas a partir do dia 14 de novembro – esta quinta-feira! As lojas selecionadas abrirão – excepcionalmente – as 8 da manhã e as filas devem começar desde bem cedinho…. Essa coleção “capsule “ para a H&M deu a estilista francesa a oportunidade de criar pela primeira vez uma coleção masculina e uma de acessórios. A coleção está super aguardada e não se fala em outra coisa.

O lookbook foi super caprichado e traz todas as sugestões e idéias para se misturar as peças. E as modelos Alek Wek, Lou Doillon, Milla Jovovich e Costance Jablonski traduziram com perfeição a estética “parisien bohemian”de Isabel Marant. Comece a fazer a sua wishlist se estiver perto de alguma H&M dia 14 e boa sorte!

Link: Isabel Marant pour H&M

Fotos: reprodução

Hélène Darroze_ a chef estrelada

Uma experiência que vale a pena. O que poderíamos encontrar de mais singular do que a intuição de uma artista? No coração do 6ème arrondissement de Paris (ali perto do Jardin de Luxembourg) mais precisamente na rue D’Assas que Hélène Darroze – a única mulher estrelada do Guia Michelin- escolheu para abrir o seu restaurante.

A gastronomia para Hélène Darroze é a ocasião de “proporcionar prazer”. Suas raízes vêm do Sudoeste da França, de onde ela tira suas inspirações vindas das tradições de três gerações de cozinheiros que lhe ensinaram tudo. Hélène cresceu com a filosofia da “arte de comer bem”, mas também de “bem receber”, ou seja, simplesmente a arte do bem viver – “l’art du bien vivre”. 

Toda a sua cozinha é baseada no produto. A chef propõe criações baseadas nos produtos frescos da estação e o que o “marché” oferece de melhor. A cada dia uma criação culinária inesperada; um menu inédito acompanhado dos melhores vinhos. Você tem opções variadas e preços idem dentro da carta do dia. Os vinhos podem ser harmonizados com o vinho ou não. O restô é elegante com vários ambientes – mas todos aconchegantes. É literalmente a intuição e o toque feminino te oferecendo a mais alta experiência gastronômica.

Hélène Darroze. 4, rue d’Assas 75006 Paris tel. 01 42 22 00 11

Link: www.helenedarroze.com

Fotos: Dafne Grozovsky

Jeans no Printemps

O Printemps inaugurou um andar inteiramente dedicado ao jeans e às marcas mais « tendences » do momento. Ou seja, é um andar super descolado, moderno onde você vai encontrar tudo o que precisa para começar uma das estações mais quentes da Europa super “cool”. O andar tem todas as marcas e modelos de jeans que você pode imaginar. Entre elas: Diesel, Replay, Marc by Marc Jacobs, Acne, Joe’s Jeans, Seven, Marithé + François Girbaud, Levi’s e etc. E para celebrar esse lançamento a Diesel montou um bar com a cara de um apartamento parisiense bem na arquitetura “hausmaniana”. As vitrines homenageiam o nosso melhor amigo de todas as horas, o jeans. E eu amei os cachorros de jeans que estão bem na entrada te recepcionando. Um luxo!!! O nosso melhor amigo!

Link: www.printemps.com

Fotos: reprodução

Moynat: o luxo discreto da bolsa

Até o ano passado ninguém tinha ouvido falar da marca Moynart. Mas a Maison Moynart não é nada menos do que uma das marcas de “malletiers” de mais prestígio do século 19, que Bernard Arnault decidiu relançar em grande estilo para concorrer com marcas como a Goyard. Criada em 1849 no quartier de l’Opera, a Maison Moynat rapidamente se transformou em uma referência em matéria de artigos de viagem. Reconhecida pelo seu “savoir faire” tradicional, a Moynat se tornou célebre graças às suas criações destinadas ao mundo do automobilismo e transportes em geral.

A Moynart foi a primeira marca a propor uma enorme variedade de artigos de couro sob medida. Ela era conhecida por inovar no material e na fabricação de suas malas e baús. Eles eram mais leves, maleáveis e, principalmente, impermeáveis. Isso provocou uma pequena revolução no mundo dos transportes de objetos já que a Moynart permitia que as viagens fossem mais seguras tanto de carro, como de trem ou navio. As malas podiam ser feitas sob medida para ter a cor da carroceria do carro e encaixar mais facilmente conforme a marca e modelo do veículo; podiam ter também a medida exata do compartimento do trem e eram mais leves porque as leis para o excesso de peso começavam a ser estabelecidas. Eram malas armários com detalhes incríveis, malas especiais para transportar os casacos de pele, detalhes, segredos, materiais e até cestas de “pic nic”. Isso tudo sem contar as suas participações remarcáveis nas Exposições Universais.

Caída em desuso, a Maison fechou sua última loja em 1976. Um século e meio mais tarde a marca foi comprada por Bernard Arnault e a direção artística ficou a cargo do indiano Ramesh Nair, que já trabalhou na Hermès, Christian Lacroix, Martin Margiela e Jean Paul Gaultier. De Moynat, Ramesh conservou o DNA super chique mas trouxe de volta as curvas originais adaptadas à 2012. Suas bolsas são de uma elegância discreta – rara hoje em dia. Basta contar as peças que são colocadas à mão em cada bolsa para nos darmos conta do tamanho dessa “aventura” que na realidade é uma história de amor trazida à tona por Arnault. A nova loja foi inaugurada no 348, rue Saint-Honoré. Puro luxo ! Assim como os preços que começam a partir de 1000 euros.


Fotos: reprodução