Poder em uma Bolsa Mini

Slide2

Faz tempo que não anuncio aqui minha paixão por bolsinhas, não por falta de novidades lançadas nas grandes marcas, mas pela falta de modelos que realmente me encantem. Acho que ao falar de uma bolsa, nós blogueiras temos que levar em consideração quesitos que vão além da beleza do acessório, dentre eles, praticidade, elegância, acabamento e versatilidade.

A Georgia Mini da Chloé preenche todos esses quesitos. Fabricada com a qualidade sempre presente na marca que eu tanto amo, a Georgia é preocupada com os detalhes. Ela possui dois compartimentos separados, alças reguláveis para ser usada no ombro ou transpassada, apesar de mini, consegue carregar os nossos essenciais, é versátil, passeia do dia a noite e além de tudo isso, ainda é linda de viver.

Embora seja mais uma mulher de bolsas gigantes, as minis estão cada vez mais ganhando espaço no meu mundo. Tenho curtido achar tudo rapidinho e a bolsinha pequenina te obriga a andar mais organizada.

A belezura esá à venda na MyTheresa por $ 1,090.

Slide1

Slide3

Foto montagem: Semanier

It Bag: Qua é a sua?

A Vogue Magazine lançou a disputa que elegerá a It Bag da vez. Faltam apenas 5 horas para o concurso acabar, mas ainda dá tempo para você escolher a sua.

Essas são as 10 candidatas que buscam o primeiro lugar, afinal, ser uma It Bag não é para qualquer uma… Para votar, basta acessar o site da Vogue pelo link: http://www.vogue.com/projects/8072087/it-bag-election-2015/.

Fotos: reprodução

Que tal um break?

Achei essa bolsa da Charlotte Olympia fantástica! Além de charmosa, ainda lembra uma das diversões que mais aprecio… A Tequila!

Desde que me entendo por gente, lembro do meu pai chamando os amigos para degustar um shot. Nesta hora, ele dizia: “Tá na hora do break!”. Acho que chamava assim pelo fato da minha mãe sempre reclamar, daí o “break” – como se ele pedisse um tempo a minha mãe. A diferença é que na brincadeira do meu pai, o shot era de whisky, eu já sou adepta a festividade da Tequila.

Talvez pela lembrança a essa anedota familiar, a Charlotte Olympia Brass Clutch entrou sem precisar de passaporte da minha listinha de bolsinhas amadas e desejadas. O que não pode é, depois de uns goles a mais, se enganar e tentar beber Tequila diretamente da bolsa.

Fotos: reprodução

Mais uma da Mulberry…

Não sou muito chegada a bolsas de ombro, prefiro as alças mais curtas e bolsas maiores ou do tipo carteira, mas gostei bastante deste modelo da Mulberry, talvez por poder carregar tanto pela alcinha curta, quanto no ombro. Além disto, o couro é maravilhoso e ela ainda tem uma divisão interna que mantém os objetos muito mais organizados.

À venda na net-a-porter por $2.500,00.

Fotos: reprodução