Rasteira ou salto alto?

Ultimamente temos visto os calçados flats fazendo a vez do bom e clássico salto alto. Grifes como Chanel e Calvin Klein apostam em tênis e botas baixas nos pezinhos das moçoilas até quando o traje é black tie.

Eu ainda não consigo chegar a tanto. Embora, depois de anos, muitos calos e pés doloridos vivendo em cima de um salto alto, rasteiras para mim, só funcionavam na praia, dei o braço à torcer (ou seria o pé?) e me rendi ao conforto e comodismo dos sapatinhos flats. Sabendo escolher, em cidades maravilhosas como o Rio de Janeiro, o calçado é muito bem-vindo a qualquer hora do dia, mesmo no trabalho, onde em reuniões formais, as sapatilhas são aceitas.

Já os salto altos deixam as pernas torneadas e muito lindas, dão uma importância maior ao look. Muitas vezes irresistíveis, ele tiram inúmeras mulheres do sério. Faço parte de um grupo capaz de gastar uma pequena fortuna por um exemplar desde sapatinho.

Uma coisa podemos dizer: os dois têm sua vez!… A gente agradece,né?!

Fotos: reprodução

Persica Sandal

Que sou grande fã de sapatinhos, isso não é novidade para ninguém. Mas desde que me entendo por gente e por causa da minha estatura – que não é das mais altas -, eu sempre preferi sapatos de salto alto: anabelas, scarpins, etc. Porém, de uns tempos para cá, eu tenho dado uma certa preferência pelas sandálias rasteiras. Não sei ao certo se pelo conforto ou por combinar com a temperatura carioca, a rasteirinha tem se encaixado melhor nas minhas produções.

Outro dia, fuxicando o Instagram, me deparei com essa gracinha do Paul Andrew, a Persica Sandal. Além da pegada gladiadora com as tiras que prendem na perna estar super em alta, eu adorei o detalhe que prende no dedinho e o tom do couro marrom da foto. Um luxo,né?!

A Persica pode ser encontrada no site http://shop.nordstrom.com/ por U$ 645.

Fotos: reprodução

Watch Your Step

Nós meninas piramos não só com as bolsinhas, mas com os sapatinhos também. Na verdade, podemos dizer que os acessórios em geral tiram a gente de órbita. Design, beleza, elegância e sofisticação são algumas das características que procuramos ao comprar uma bolsa ou um sapato. Porém, uma boa marca também é um quesito super importante. Nós somos capazes de pagar uma boa fortuna por um sapato se ele for de alguma grife desejável.

E como não seríamos?! Cada temporada que passa os grandes estilistas apresentam coleções – roupas, bolsas, bijoux, sapatos – que são de girar a cabeça qualquer mulher. Se bem que, no caso de sapatos, eu deveria dizer: fazer com que “a gente olhe por onde a gente anda”. Que moça não gostaria de ter um sapatinho assinado? Ou melhor, uma sapateira inteirinha assinada? Eu adoraria!

Dizem que os melhores sapatos são os italianos. Hoje grifes famosas de várias nacionalidades são conhecidas por seus calçados. Mas mesmo assim, ainda acho que as italianas permanecem um passo a frente – tando no design, quanto na beleza e sensualidade. Por isso, em todas as temporadas, a semana de moda que mais me atrai – quando o assunto é sapato – é a Milan Fashion Week. Semana passada foi apresentada a coleção Spring 2014. Grifes como Fendi, Gucci, Salvatore Ferragamo, Dolce e Gabbana, entre outros, encheram as passarelas com nossos futuros objetos de desejo.

Esses foram os que mais me chamaram atenção:

Armani: design moderno e clean. Gostei do efeito da transparência.

Bottega Veneta: um clássico é sempre um clássico. Muito chique!

Cavalli: sexy, deslumbrante! Amo essa trama na palha! E a combinação das cores está incrível!

Costume National: básico e simples. Ótimos para toda hora. Esse tipo de sapato pode não ser a estrela do look, mas também não prende e mas marca muito. Com ele a gente pode abusar um pouco mais na roupa.

Dolce & Gabbana: já essas plataformas, elas são as rainhas do look. Com elas não precisa de mais nada. Você já vai chegar chegando.

Emilio Pucci: lindos demais! Adoro o estilo, o design, o salto… TUDO!

Etro: sou super fão de sandálias altíssimas delicadas. Adoro esse modelo pé quase nú. Normalmente não olho muito para a Etro, mas desta vez eu amei!

Fendi: interessante os plásticos coloridos transparentes e as várias tiras amarradas no pé.

Gucci: simplesmente perfeitas! Pirei!… Como sempre! Um Gucci faz com que qualquer mulher fique ainda mais bonita. É um belo aliado para quem está a procura do “Prince Charming”. Bom investimento! Só não pode esquecer o sapatinho por aí!

Prada: parecem gostosas de usar, mas não fazem o meu pé nem um pouquinho.

Ports 1961: super bacana para a correria diária. Excelente altura e parece confortável.

Salvatore Ferragamo: pirei II! Repito tudo que disse para as sandálias Gucci. Amei, amei, amei!

Tod´s: sou suspeita para falar. Adoro os calçados da marca. Eles conseguem unir o conforto a beleza.

Versace: a palavra conforto não deve caber nem um pouquinho nessas sandálias. Mas quem precisa de conforto a toda hora?